Noticias


Postado em February 21, 2018



Avaliação do estágio da segurança alimentar e nutricional no sul e centro do pais.

Devido aos choques climáticos que tem estado a acontecer no pais caracterizado por chuvas fortes no norte e escassez de chuva em algumas regiões do centro e sul, começa dentro de dias a avaliação do estágio da segurança alimentar e nutricional nas províncias de Maputo, Gaza, Inhambane, Sofala, Manica, Tete e Zambézia, que ate o ano passado eram assoladas pela fome. O Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar através do Secretariado Técnico de Segurança Alimentar e Nutricional (SETSAN) está a preparar uma avaliação para Marco/Abril de 2018.
A última monitoria da insegurança alimentar aguda feita em Outubro/Novembro de 2017 indica que no pais há cerca de 25.000 pessoas em insegurança alimentar aguda cuja magnitude exige que se faca assistência alimentar.
O número de pessoas em insegurança foi calculado através da combinação de dados de consumo alimentar, estratégia de sobrevivência, reservas de comida, posse e/ou perda de animais, bem como acesso a alimentos.
Entre os sectores mais vulneráveis à insegurança alimentar, destaca-se o da Educação e Desenvolvimento Humano. Neste sentido, o SETSAN recomenda a provisão de lanche escolar mesmo no período de férias, usando modalidades diversas, como forma de minimizar o impacto da insegurança alimentar no ensino e aprendizagem.

Fonte; MASA